dicas sobre tudo

Dicas básicas ajudam os iniciantes na cozinha

Muita gente tem talento de sobra na cozinha e é só colocar a mão que sai tudo com gosto bom desde o trivial aos pratos mais requintados. Mas tem outra turma que pena em frente ao fogão. Até o ovo frito pode virar um fiasco e tem até quem passe fome em razão das tentativas frustradas.

Os iniciantes penam, mas um pouco de prática (e muitos truques) evitam a batata frita molenga, o bife solado e o arroz papa. “Algumas dicas simples ajudam a deixar o cardápio do dia a dia com sabor especial. Basta ficar de olho nos detalhes para deixar as refeições mais saborosas. E tudo isso, sem perder a simplicidade da receita e do preparo”, explica a personal Chef Luiza Secron. Ela ensina o segredos de sucesso de sete comidinhas que são clássicos nas mesas dos brasileiros.

Batata frita crocante

Sequinha e quentinha, a batata frita é um dos acompanhamentos mais queridos dos paladares. O problema é quando ela fica toda mole e encharcada de óleo. “Para conseguir uma batata frita crocante, antes de fritar descasque as batatas e, em seguida, as coloque de molho em água bem gelada”, explica Luiza. “Além disso, é preciso que o óleo fique bem quente para fritar, caso contrário o resultado será um batata murcha”, diz.

Ovo frito

Com a gema dura ou gema mole, ovo bom é aquele que não fica despedaçado no prato. “Para a gema ficar inteira, é preciso tomar cuidado na hora de quebrar o ovo”. Minha dica é usar uma colher para bater na casca devagar em vez de tentar quebrá-lo na quina da mesa ou na borda da panela, por exemplo. “Recomendo que seja usado pouco óleo. Para evitar que grude na panela, a melhor opção é uma frigideira antiaderente”, explica a chef. “Outro ponto é não mexer o ovo na panela, porque isso vai destruí-lo.”

Arroz soltinho

Arroz papa ou do tipo “unidos venceremos” bota qualquer cardápio em risco. São pequenos detalhes que deixam seu arroz soltinho e delicioso. “O primeiro passo é lavar bem o arroz e deixá-lo escorrendo até que saia todo o excesso de água. Depois basta adicioná-lo no óleo quente e deixar que ele frite bem (em média por cinco minutos)”, afirma a especialista. Para acertar na quantidade de água do cozimento, basta prestar atenção na medida. Para cada xícara de arroz, devemos adicionar duas de água.

Bife suculento

Os cuidados para deixar o bife saboroso começar antes mesmo de a panela ir para o fogo. Se o bife estiver congelado, aguarde ele descongelar por completo, caso contrário, o resultado será desastroso. Quando for temperar é essencial amaciar a carne. Para isso, invista nos temperos amaciantes, deixar de molho no suco de laranja ou limão ou até mesmo dar umas batidinhas com o velho e bom batedor de carne. “Coloque pouco óleo e deixe bem quente antes de adicionar o bife na panela”, diz a especialista. “Logo que for ao fogo, sele o bife, virando a carne dos dois lados. Isso ajuda a diminuir a quantidade de água que ele solta e, consequentemente, deixa a carne mais suculenta”.

Feijão no ponto

Evite adicionar um bocado de tempero, de diferentes tipos, para não mascarar o gosto do feijão. “Um pouco de alho, louro e bacon já são suficientes para garantir que o prato fique saboroso”, ensina Luiza. Já quando o assunto é a quantidade de água, vale a mesma dica do arroz: para cada xícara de feijão, devemos colocar duas de água. O tempo do alimento na panela de pressão, depende do tipo de feijão e se ele fica de molho antes do cozimento, mas é de, em média, quarenta minutos . Em caso de dúvida, vale tirar a pressão da panela e verificar como está o preparo.

Hambúrguer com sabor

Não é preciso adicionar óleo na hora de fritar o hambúrguer. Isso só vai deixá-lo mais gorduroso. O ideal é virá-lo de lado algumas vezes e deixar o fogo sempre baixo. “Para ficar ainda mais saboroso, podemos usar a criatividade e adicionar temperos e ervas, como salsinha e alecrim”, diz a personal chef.

Macarrão no ponto

O primeiro passo na hora de preparar o macarrão al dente é abusar da água e adicionar uma pequena quantidade de óleo, sal e azeite na panela. “Depois, é necessário esperar que a água fique bem quente, de preferência fervendo, para adicionar o macarrão”. Agora, para não deixar o macarrão grudado é preciso prestar atenção no relógio. “Minha dica é seguir o tempo de preparo e depois de alguns minutos que o macarrão estiver em água fervente, provar. Podemos tirar uma pequena quantidade e verificar se já não está na hora de tirar. Já que ele não pode cozinhar de mais, para não virar um bolo de macarrão”, diz a personal chef, Luiza.

Via

Curtiram??? Faz ai em casa e manda as fotos ai mostrando que tu virou “A MAQUINA” de cozinhar kkkkkkk

Sigam-nos no Twitter!! @ondica

Estamos participando dos Top Blogs!! votem na gente ai na barrinha lateral!!! Contamos com voces! xD

By:. Natasha Passos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s